Vamos indo

Gosto muito dos clássicos. Difícil passar por um estudioso da Literatura que por eles não tenha algum apreço. Ou porque muito os estudou, ou porque bebeu as palavras de Ítalo Calvino em seu primoroso ensaio, “Por que ler os clássicos?”, que abre livro homônimo. Ao se revisitar um clássico, em diferentes fases da vida, sempre se encontra um livro novo.

 

Por conta disso, é preciso olhar com cuidado a literatura contemporânea, para perceber, em suas produções, o que vai e o que fica.

 

Nesse sentido, Denis Daniel Reis foi certeiro desde a escolha do título de seu livro. Em VamosIndo, há certa "ousadia" (e, portanto, coragem) na técnicas que emprega para articular recursos que pedem um leitor “plugado” no contemporâneo.

 

As múltiplas linguagens que constituem a obra (o verbal, nos textos e nas canções, passando por mais de um idioma; o visual – fixo nas fotos, e em movimento nos filmes e clips, o que implica uma análise de um tempo paralelo ao tempo narrativo: é a narrativa do clip dentro da narrativa da obra; o sonoro, que faz tanto de “Denis personagem” quanto do próprio leitor cidadãos do mundo, bem como o som das músicas, cujo ritmo modifica ou vai ao encontro do verbal em determinado capítulo) são a representação da própria contemporaneidade: todos os estímulos ao mesmo tempo, acionando todas as competências e habilidades do leitor.

 

Assim, não vejo uma contradição ao que o mestre Calvino disse sobre a revisitação dos clássicos, mas um pensamento que pode andar lado a lado com eles.

Uma obra como Vamos Indo é prova de que o contemporâneo não é obrigatoriamente fugaz apenas por ser atual, numa sociedade de relações, viveres e olhares "líquidos", na visão do sociólogo polonês Zygmunt Bauman.

 

A caminhada do protagonista, seus percurso interno e externo, ainda que picotados (experimentemos olhar para dentro de nós mesmos: a velocidade do hoje faz com que sejamos quebra-cabeças também), não obrigatoriamente é “datada”.

 

Continuam sendo experiências. E, como tais, em busca de nós mesmos.

Adriana Tullio

Jornalista e Bacharel e Licenciada em Letras
Especialista em Literatura Amante dos Livros

 

Baixar E-book

Baixar Leitor de E-book

Baixar PDF

 

Home
Links

Artes Plásticas: A Arte do Brasil Holândes | A Arte do Egito Antigo | Arte Pré-Colombiana | Arte Tibetana | Beatriz Milhazes | Capela Sistina | Caravaggio, Pintor da luz e das trevas da alma | Damien Hirst | Francisco Goya | Frida: A Dor da Vida, A Dor Da Arte | Henri Rosseau | Impression : Soleit Levant | Kandinsky | La persistencia de la memoria | Las Meninas | Luz e Espaço | Manet | Meus Quadros - Leandro Reis | O quadro mais famoso do mundo | O Retrato do Doutor Gachet | Os pastores de Arcadia | Pablo Picasso | Pintura Barroca | Pintura Metafísica | Pinturas de Estradas | Rembrandt | Vieira da Silva | Virgem dos Rochedos, A | William Blake | Henri de Toulouse-Lautrec

Cinema: 1944, O Ano Noir |  A Falta que Nos Move | A Verdade Interna Revelada? | Alain Resnais | Alice no País das Maravilhas | Antonioni | As maiores canções do cinema - 0s 25 melhores filmes de todos os tempos | Bergman | Billy Wilder | Blow Up | Cahiers du Cinema | Cinzas da Guerra | Chinatown | Coincidências do Amor ( The Switch ) | Conversas com Scorsese | Ed Wood, Gênio? | Fellini | Garbo | Grandes atrizes francesas | Grande Musicais | Hachiko | Kiss Me Kate | Kundun | L’Enfer de Clouzo | Liz Taylor: Mito | Max Ophuls | Munich | Neo-Realismo Italiano | No Direction Home - Bob Dylan | O amor de Leon Cakoff | Os magos | Pier Paolo Pasolini | Rediscovering | Shane | Steven Spielberg | Sunset Boulevard | The Gang's All Here | Um estranho no ninho | Untold history of the United States | Awake .

Literatura: Arthur Clarke | Clássicos da Literatura | Dom Quixote | Jose Saramago | Joseph Conrad | Grande Gatsby, O | Grandes Poetas por Will Durant | Literatura Inglesa | Mario, Íntimo e pessoal | Vermelho e o Negros, O | Viagem do Elefante, A | Yeats e Joyce resgatam a identidade da Irlanda | Sobre preciosidades evolutivas | Carlyle e a Revolução

Outras: A Flauta Mágica | Antunes Filho | A Cabra ou Quem é SylviaAs pecas de Oscar Wilde | Bejart | Catedral de Chartres | Contemporaneidade | Daquele Instante em Diante |  Debussy, Schoenberg e Stravinsky | Grandes Arquitetos |  Hair | I´m Not There | Lacroix na ArteMistérios e paradoxos de Chopin, para Freire |  Niemeyer, construindo identidades | Nona Sinfonia | Queremos Miles |  Teatro | The Doors Are Open | Ray Charles Live in France 1961 (2011) | Sonho de uma Noite de Verão | Living in The Material World: George Harrison | Edgard Scandurra Estraçalhante | H.Hancock, Lenda Viva do Jazz | Kung Fu | Pina: Visceras de amor | Lou Reed | Música Sacra | Baden Powell Quartet | Todo Aquele Jazz | Osama Kitajima | Eric Clapton 70 | Jimmy Burns, ícone do blues de Chicago | O Lago dos Cisnes | Don Giovanni | Songs 50´s | Joe Harriott | Kindred Spirits Live | Top 10 Composers | Videoclipes | The Carters | Vamos Indo