Kiss Me Kate
Uma história dentro da outra

Esse ano, faz 60 anos que estreou na Broadway, um dos grandes sucessos de um dos maiores compositores de todos os tempos, Kiss Me Kate de Cole Porter.

Kiss Me Kate se passa nos bastidores e no palco do Ford Theatre em Baltimore, os atores Lili Vanessi (Kathryn Grayson) e Fred Graham (Howard Keel) já foram casados, mas atualmente vivem em conflito. Escalados para uma produção por Cole Poter (Ron Randell) são obrigados a se aturar.

Só que o trabalho em questão é nada menos que uma adaptação da obra shakespeareana "A Megera Domada", na qual os personagens principais, Katherina e Petruchio, vivem em pé de guerra.

O musical consegue unir esplendidamente às coreografias e canções em uma comédia amorosa sobre a tempestuosa relação dos "atores" e também dos personagens Katherina e Petruchio, que declaram seu amor em "So in Love" e logo em seguida voltam à guerra habitual em "I Hate Men".

A vida imita a arte ou a arte imita a vida? Independente da conclusão final, a certeza é que nenhuma comédia musical é capaz de imitar Dá-me Um Beijo (Kiss Me Kate), adaptação de um sucesso da Broadway de 1948, recheado com 14 canções inigualáveis de Cole Porter (1892-1964).


Cole Porter 01 Oct 1933
(Photo by Sasha/Getty Images)

Cole Porter, por várias vezes foi buscar em romances e peças de outros autores, temas para seus musicais. A coreografia de Hermes Pan, a produção de Jack Cummings e a direção de George Sidney, formaram um equilíbrio entre a comédia e a música e o resultado foi que o filme, lançado em novembro de 1953, no Rádio City Music Hall, de Nova Iorque, permanece como um dos momentos mais felizes na filmografia de Porter. Entre os melhores números desta trilha temos também "Too Dar Hot", com Ann Miller - a extraordinária bailarina, "Wunderbar", com Kathryn Grayson e Howard Keell e "Where Is The Life That Late I Led?", com Howard Keel.

A maioria das músicas, no entanto, é apresentada numa versão diferente da original dos palcos - os executivos consideraram as letras muito apimentadas para um filme, como no caso de ''Brush Up Your Shakespeare'', cujos versos continham trocadilhos picantes.

Kiss Me Kate foi criado em 3D e som estéreo, além de uma tela panorâmica para tentar disputar com o CinemaScope patenteado pela Fox.

Título Original: Kiss Me Kate (1953)
Gênero: Comédia, Musical
Duração: 109 min.
Tipo: Longa-metragem / Colorido
Distribuidora(s): Warner Home Vídeo
Produtora(s): Metro-Goldwyn-Mayer

ELENCOKATHRYN GRAYSON (Lili Vanessi),
HOWARD KEEL (Fred Graham),
RON RANDELL (Cole Poter),
ANN MILLER (Lois Lane),
BOB FOSSE (Hortensio),
BOBBY VAN (Grêmio)

Direção: George Sidney

Músicas e Letras: Cole Porter

Song list

Act I
Another Op'nin', Another Show
Why Can't You Behave?
Wunderbar
So in Love
We Open in Venice
Tom, Dick or Harry
I've Come to Wive It Wealthily in Padua
I Hate Men
Were Thine That Special Face
Cantiamo D'Amore (We Sing of Love)
Kiss Me, Kate

Act II
Too Darn Hot
Where Is the Life That Late I Led?
Always True to You in My Fashion
From This Moment On (1999 revival only)
Bianca
So In Love - Reprise
Brush Up Your Shakespeare
I Am Ashamed That Women Are So Simple
Kiss Me, Kate (Reprise)

Leia a discografia com a biografia de Cole Porter

Fontes: Aramis Millarch, VCL. 2001 Com., e-Pipoca, Época, IMDb.com, Inc e The Complete Book of Light Opera.

Home
Links

Artes Plásticas: A Arte do Brasil Holândes | A Arte do Egito Antigo | Arte Pré-Colombiana | Arte Tibetana | Beatriz Milhazes | Capela Sistina | Caravaggio, Pintor da luz e das trevas da alma | Damien Hirst | Francisco Goya | Frida: A Dor da Vida, A Dor Da Arte | Henri Rosseau | Impression : Soleit Levant | Kandinsky | La persistencia de la memoria | Las Meninas | Luz e Espaço | Manet | Meus Quadros - Leandro Reis | O quadro mais famoso do mundo | O Retrato do Doutor Gachet | Os pastores de Arcadia | Pablo Picasso | Pintura Barroca | Pintura Metafísica | Pinturas de Estradas | Rembrandt | Vieira da Silva | Virgem dos Rochedos, A | William Blake | Henri de Toulouse-Lautrec

Cinema: 1944, O Ano Noir |  A Falta que Nos Move | A Verdade Interna Revelada? | Alain Resnais | Alice no País das Maravilhas | Antonioni | As maiores canções do cinema - 0s 25 melhores filmes de todos os tempos | Bergman | Billy Wilder | Blow Up | Cahiers du Cinema | Cinzas da Guerra | Chinatown | Coincidências do Amor ( The Switch ) | Conversas com Scorsese | Ed Wood, Gênio? | Fellini | Garbo | Grandes atrizes francesas | Grande Musicais | Hachiko | Kiss Me Kate | Kundun | L’Enfer de Clouzo | Liz Taylor: Mito | Max Ophuls | Munich | Neo-Realismo Italiano | No Direction Home - Bob Dylan | O amor de Leon Cakoff | Os magos | Pier Paolo Pasolini | Rediscovering | Shane | Steven Spielberg | Sunset Boulevard | The Gang's All Here | Um estranho no ninho | Untold history of the United States | Awake .

Literatura: Arthur Clarke | Clássicos da Literatura | Dom Quixote | Jose Saramago | Joseph Conrad | Grande Gatsby, O | Grandes Poetas por Will Durant | Literatura Inglesa | Mario, Íntimo e pessoal | Vermelho e o Negros, O | Viagem do Elefante, A | Yeats e Joyce resgatam a identidade da Irlanda | Sobre preciosidades evolutivas | Carlyle e a Revolução

Outras: A Flauta Mágica | Antunes Filho | A Cabra ou Quem é SylviaAs pecas de Oscar Wilde | Bejart | Catedral de Chartres | Contemporaneidade | Daquele Instante em Diante |  Debussy, Schoenberg e Stravinsky | Grandes Arquitetos |  Hair | I´m Not There | Lacroix na ArteMistérios e paradoxos de Chopin, para Freire |  Niemeyer, construindo identidades | Nona Sinfonia | Queremos Miles |  Teatro | The Doors Are Open | Ray Charles Live in France 1961 (2011) | Sonho de uma Noite de Verão | Living in The Material World: George Harrison | Edgard Scandurra Estraçalhante | H.Hancock, Lenda Viva do Jazz | Kung Fu | Pina: Visceras de amor | Lou Reed | Música Sacra | Baden Powell Quartet | Todo Aquele Jazz | Osama Kitajima | Eric Clapton 70 | Jimmy Burns, ícone do blues de Chicago | O Lago dos Cisnes | Don Giovanni | Songs 50´s | Joe Harriott | Kindred Spirits Live