BBC relembra os 30 anos de morte de John Lennon

Na noite de 8 de dezembro de 1980, um dos noticiários de rádio da BBC teve início com a seguinte frase: "O ex-beatle John Lennon foi baleado nesta noite em sua casa em Manhattan...".

O repórter da BBC Tom Brook chegou pouco depois dos tiros, por volta das 11 horas da noite. Quando chegou, a rua em frente ao edifício Dakota, em Nova York, estava isolada. Carros de polícia e algumas pessoas estavam em frente ao prédio.

Minutos antes, Lennon tinha sido levado por um policial para o hospital Roosevelt, próximo ao edifício Dakota.

O médico Stephen Lynn, que atendeu o ex-beatle, conta que segurou o coração de Lennon nas mãos, enquanto as enfermeiras faziam transfusões de sangue.

De acordo com o médico, Lennon chegou sem sinal de vida no hospital e, por isso, eles abriram o seu peito e Lynn tentou massagear o coração. Mas eles sabiam que não poderiam fazer mais nada.

Lembranças

John Lennon já tinha se apresentado em Nova York com os Beatles na década de 1960. Em 1971, ele se mudou para a cidade com Yoko Ono.

O repórter da BBC Tom Brook afirma que, logo ao chegar ao edifício Dakota, encontrou o que chamou de uma cena estranha: músicas de Lennon sendo tocadas, muitas pessoas chorando.

O cantor James Taylor também conhecia Lennon e morava perto do Dakota. "Ouvi os tiros, cinco tiros", conta Taylor. O cantor diz que chegou a ser abordado pelo assassino, Mark Chapman, no metrô, um dia antes da morte do ex-beatle.


John Lennon durante as filmagens do longa "Magical Mistery Tour" em 1967
Clique na imagem para amplia-la

Yoko Ono precisou de muito tempo até dar sua primeira entrevista depois do assassinato. Na época, ela ainda sentia que seu marido não tinha morrido.

"Ele ainda está vivo, ainda está entre nós", disse a viúva de Lennon, em 1982. "Não se pode matar uma pessoa assim tão facilmente."

Sean Ono Lennon, o filho de John e Yoko, tinha apenas cinco anos quando o pai morreu e estava em casa naquela noite. Ele também é músico e afirma que passar pelo dia que marca a data da morte do pai é difícil.

"São 30 anos desde a morte de meu pai e, nesta época do ano, tento cuidar de minha mãe, fazer com que ela se sinta melhor", diz Sean.

O dia 8 de dezembro geralmente é marcado pelas homenagens em todo o mundo a John Lennon, mas o ex-beatle provavelmente não aprovaria todas elas. Em uma de suas últimas entrevistas, publicada na revista Playboy, Lennon disse que não acreditava em viver no passado.

"Não tenho nenhum romantismo a respeito de qualquer parte de meu passado", afirmou, na ocasião. "Não acredito no ontem. Estou interessado apenas no que estou fazendo agora."

 

A carreira solo de John Lennon

A carreira solo de John Lennon teve início com o disco Unfished Music, lançado em duas partes - a primeira em novembro de 1968, e a segunda em maio de 1969. Wedding Álbum e Live Peace in Toronto, de maio e dezembro do ano seguinte, respectivamente, para as prateleiras durante os anos turbulentos que marcaram o fim dos Beatles.

Quando, no dia 10 de abril de 1970, Paul McCartney anunciou sua saída da banda, ele, na verdade, proclamava o fim o grupo mais famoso da história, cujo último trabalho foi Let It Be. Em dezembro do mesmo ano, Lennon divulga o disco Plastic Ono Band.

Em setembro de 1971, Imagine traz How Do Sleep?, dedicada a McCartney, e a confessional Jealous Guy feita para sua mulher, a artista plástica Yoko Ono. Some Time in New York City, lançado em 1972, é carregado de temas politicos em canções como Woman is the Nigger of the World e Sunday Bloody Sunday.

Durante o início de uma crise conjugal, em 1973, o disco Mind Games expõe, inclusive na capa, os distanciamento de Lennon e Yoko. Como toda "tempestade em copo d'água" no relacionamento entre o músico e a artista plástica se transformava, na verdade, em uma tsunami, a consequência da crise foi o Wall and Bridges, de 1974. O álbum foi gravado durante um "fim de semana perdido" que durou dois anos, o qual Lennon passou bebendo com o cantor Harry Nilsson e o baterista Keith Moon.

John Lennon - Whatever Gets you Thru the Night

No ano seguinte, Rock'n'Roll foi uma homenagem de Lennon aos ídolos de sua juventude. Em 1975, o músico teve sua primeira coletânea, Shaved Fish. Cinco anos depois, em 1980, Lennon retornaria às lojas com seu último disco lançado em vida, Double Fantasy.

 

 

 

 

 

 

;

 

 

 

 

 

Um fã postou em seu site: "Yoko: John Lennon te ama, eu também"

John Lennon - Woman

"John Lennon a amava demais pois ela o fez se sentir feliz de verdade. Um dos amores mais belos da história. Que rendeu grandes canções, como "Woman", só pra citar uma obra prima. Ninguém precisa gostar das músicas ou da arte dela, mas quem ama o John tem que pensar na Yoko com carinho. É o que ele gostaria que as pessoas sentissem por ela."



Clique na imagem para amplia-la

 

The John Lennon Signature Box

 

Fontes: Revista Bravo, BBC Online, Folha Online, bbhttp://www.jblog.com.br/acorde.php?itemid=5952

Home
Links


Matérias: Matérias Antigas | Quando o Jazz é sagrado | Strokes lança primeira música em seis anos | Videos Criativos 2011 | BMW Jazz Festival | Fitas cassete resistem | Lotus - Santana | Virada Cultural 2011 | Gismontipascoal | Tom na Visão de Nelson | Nas Paredes da Pedra Encantada | A Trilogia Sagrada | Reinauguração do Teatro Municipal de São Paulo | Pitchfork Music Festival 2011 | O Adeus à Diva | Philip Glass: uma assinatura própria | Rock in Rio 2011 | SWU | Lista Eldorado 2011 | Kisses on The Bottom | Oscar 2012 | Festival da Cores | Novo Documentário dos Stones | The | The Band: O Ùltimo Concerto de Rock | The Singer - Liza Minnelli | Psicodalia por ordem cronológica

Destaques: A volta do Queen | Babyshambles | Cantoras Brasileiras | Cena Eletronica | Clocks | Corinne Bailey | Dig Out Your Soul | Escola do Pop Rock | Horace Silver | Im Takt der Zeit | Keane | Jamie Cullum | John Legend | Julliete & The Licks | Kantata Takwa | Led Zeppelin | Madeleine Peyroux | Michael Jackson - Thriller 25 | Little Boots | Miriam Makeba | Mostra de Arte / Casais | Musicians and Machines | Nara e Fernanda | Nonsense | Oscar Peterson | Paul McCartney | Piaf - Um hino ao amor | Prokofiev | Regentes | Rotciv | Stay | Studio 54 | Yo-Yo Ma | The Heist Series | The Verve - Forth | Vanessa da Mata | Demis Roussos & Aphrodite's Child | Tommy avec The Who | Villa Lobos, Brisa Vesperal