Em 1999 Hermeto Paschoal (como está na carteira de identidade, ou Pascoal, como aparece na capa de alguns trabalhos e créditos) lançou o CD que inaugurou o selo fonográfico Rádio MEC. Chamava-se Eu e Eles, sendo Eles os instrumentos: Hermeto tocava todos, os convencionais e os insólitos de que só ele consegue tirar (grande) música – bichinhos de borracha, chaleiras, molas, calotas, pedacinhos de madeira.

“Mundo Verde Esperança” de 2003, marcou o retorno do "bruxo" ao lado de seu grupo musical, depois de um intervalo de 12 anos. Para incrementar este encontro, o disco traz ainda a participação da Itiberê Orquestra Família, comandada por Itiberê Zwarg (baixo) e formada basicamente por jovens músicos. Todas as músicas do CD são inéditas e de autoria do próprio Hermeto, que presta uma homenagem a seus netos e bisnetos. As 15 faixas levam nomes de seus descendentes, com exceção da música “Victor Assis Brasil”, dedicada ao brilhante saxofonista falecido precocemente em 1981. Esse CD apresenta as mesmas características experimentais que tornaram Hermeto conhecido e apreciado em todo o mundo.