The Doors Are Open

Londres, 1968. A face de "Dionísio" toma toda a tela, em transe canta/fala: “Vamos ficar juntos...”

Na sequência entra a voz do apresentador, dizendo:

“O cantor é a estrela americana, Jim Morrison, líder da banda californiana de rock chamada "The Doors".

"Através de sua música, Morrison comenta sobre a sociedade. Fala para uma geração que cresceu espalhada pelas ruas do mundo".

"Para ela, ele é um poeta, profeta e político".

"Como seus contemporâneos, o grupo mostrou mais claramente contra o que eles são. Esse filme é sua ilustração sobre a situação do mundo."

"A mensagem do The Doors é barulhenta. Por favor, não ajuste seu aparelho".

Trata-se do show/documentário The Doors Are Open (1968), dirigido por John Sheppard.

The Doors Are Open Part I

 

Filmado em preto e branco é a união da performance antológica no Roundhouse Theatre com o que estava acontecendo no mundo: a Revolução Cultural.

Em 1967, na Califórnia, o mundo cultural começa a se incendiar. Nasce uma revolução que tinha como lema a paz e o amor, E como ingredientes: sexo, drogas e rock’n’roll. Logo ganhou a adesão de jovens de todo o mundo e se somou aos protestos estudantis de maio de 1968, na Europa.

Muita coisa mudou na moda, na pintura, no cinema, na música, na forma de encarar a sexualidade, no relacionamento humano, nas questões de diversidade racial, entre inúmeros outros territórios.

E naquele ano surgia uma nova banda, liderada por um filho de almirante e ex-aluno de cinema da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles ): The Doors!

O filme de John Sheppard foca esse período e o Doors, que foi o símbolo da revolução.

A músicas do filme são do show em Londres, e entre elas aparece a cara da extrema direita em comentários e atitudes. Surgem dois lados: o ódio a quebra do status quo e a repressão as novas formas de pensamento e do outro o "shivaismo" de Jim e sua banda.

The Doors Are Open Part II

 

The Doors no The Roundhouse Theatre

Um mês após as tumultuosas cenas de "Singer Bowl" em Nova York (um trágico show durante o qual centenas de pessoas da platéia e policiais ficaram feridos durante um grande confronto) o grupo viajou a Inglaterra para as suas primeiras apresentações fora dos EUA.

Deram uma coletiva para a imprensa no Instituto de Artes Contemporâneas de Londres e depois fizeram o show no The Roundhouse Theatre. O resultado foi gravado pela Granada TV através da direção de Sheppard em The Doors Are Open.

Sem dúvida um registro histórico inestimável que abre as portas para a identificação do homem com a natureza. O homem verdadeiro é nu. A religião hipócrita e farisaica da cidade é que exige a roupa.

“A embriaguez do vinho e das bebidas alucinógenas faz parte das técnicas do êxtase. Ajudam o homem a libertar-se de suas preocupações materiais e são a preparação para a percepção de realidades superiores."

“Bebendo e bebendo mais ainda, caindo no chão e levantando-se para beber. É assim que atinge a libertação.” (Kularnava Tantra, VII, 99)

The Doors Are Open Part III

 

"Carregue-me, caravana
leve-me daqui
Leve-me a Portugal,
leve-me a Espanha
Andalusia
com campos cheios de grãos." (Spanish Caravan. The Doors)

 

The Doors Are Open Part IV

 

"Eu sou um homem da porta de trás.
Os homens não sabem,
Mas as garotinhas entendem!" (Back Door Man. The Doors)

 

The Doors Are Open Part V

 

"Todos nós envelhecemos e os jovens se fortalecem
Pode levar uma semana e pode levar mais tempo
Eles têm as armas, mas nós temos os números
Vamos vencer, estamos tomando conta." (Five To One. The Doors)

 

The Doors Are Open Part VI

 

"A música é sua amiga íntima
Dance no fogo se ela quiser
Música é a sua única amiga
Até o fim." (When the Music´s Over. The Doors)

 

Discografia The Doors

 

Dionísio: Deus grego equivalente ao romano Baco, especificamente deus do vinho, das festas, do lazer, do prazer, do pão e mais amplamente da vegetação,

Fontes: http://whiplash.net/materias/perguntas/000756-doors.html; ww.squizopopstereoanarchy.blogspot.com;

Home
Links

Artes Plásticas: A Arte do Brasil Holândes | A Arte do Egito Antigo | Arte Pré-Colombiana | Arte Tibetana | Beatriz Milhazes | Capela Sistina | Caravaggio, Pintor da luz e das trevas da alma | Damien Hirst | Francisco Goya | Frida: A Dor da Vida, A Dor Da Arte | Henri Rosseau | Impression : Soleit Levant | Kandinsky | La persistencia de la memoria | Las Meninas | Luz e Espaço | Manet | Meus Quadros - Leandro Reis | O quadro mais famoso do mundo | O Retrato do Doutor Gachet | Os pastores de Arcadia | Pablo Picasso | Pintura Barroca | Pintura Metafísica | Pinturas de Estradas | Rembrandt | Vieira da Silva | Virgem dos Rochedos, A | William Blake | Henri de Toulouse-Lautrec

Cinema: 1944, O Ano Noir |  A Falta que Nos Move | A Verdade Interna Revelada? | Alain Resnais | Alice no País das Maravilhas | Antonioni | As maiores canções do cinema - 0s 25 melhores filmes de todos os tempos | Bergman | Billy Wilder | Blow Up | Cahiers du Cinema | Cinzas da Guerra | Chinatown | Coincidências do Amor ( The Switch ) | Conversas com Scorsese | Ed Wood, Gênio? | Fellini | Garbo | Grandes atrizes francesas | Grande Musicais | Hachiko | Kiss Me Kate | Kundun | L’Enfer de Clouzo | Liz Taylor: Mito | Max Ophuls | Munich | Neo-Realismo Italiano | No Direction Home - Bob Dylan | O amor de Leon Cakoff | Os magos | Pier Paolo Pasolini | Rediscovering | Shane | Steven Spielberg | Sunset Boulevard | The Gang's All Here | Um estranho no ninho | Untold history of the United States | Awake .

Literatura: Arthur Clarke | Clássicos da Literatura | Dom Quixote | Jose Saramago | Joseph Conrad | Grande Gatsby, O | Grandes Poetas por Will Durant | Literatura Inglesa | Mario, Íntimo e pessoal | Vermelho e o Negros, O | Viagem do Elefante, A | Yeats e Joyce resgatam a identidade da Irlanda | Sobre preciosidades evolutivas | Carlyle e a Revolução

Outras: A Flauta Mágica | Antunes Filho | A Cabra ou Quem é SylviaAs pecas de Oscar Wilde | Bejart | Catedral de Chartres | Contemporaneidade | Daquele Instante em Diante |  Debussy, Schoenberg e Stravinsky | Grandes Arquitetos |  Hair | I´m Not There | Lacroix na ArteMistérios e paradoxos de Chopin, para Freire |  Niemeyer, construindo identidades | Nona Sinfonia | Queremos Miles |  Teatro | The Doors Are Open | Ray Charles Live in France 1961 (2011) | Sonho de uma Noite de Verão | Living in The Material World: George Harrison | Edgard Scandurra Estraçalhante | H.Hancock, Lenda Viva do Jazz | Kung Fu | Pina: Visceras de amor | Lou Reed | Música Sacra | Baden Powell Quartet | Todo Aquele Jazz | Osama Kitajima | Eric Clapton 70 | Jimmy Burns, ícone do blues de Chicago | O Lago dos Cisnes | Don Giovanni | Songs 50´s | Joe Harriott | Kindred Spirits Live