Grandes Álbuns Blues - Rock


Super Session - Mike Bloomfield, Al Kooper, Steve Stills (1968)

Um encontro histórico de blues / rock and roll. Super Session (1968) é o resultado de uma super jam session que durou 9 horas, idealizado por Mike Bloomfield e Al Kooper - ambos haviam tocado juntos em Highway 61 Revisited (1965), de Bob Dylan.

Kooper havia acabado de gravar com o Blood, Sweat & Tears e reservou dois dias em um estúdio de Los Angeles para trabalhar com Mike Bloomfield. Recrutaram o tecladista Barry Goldberg e o baixista Harvey Brooks, ambos membros da banda de Bloomfield e que estavam deixando o Electric Flag, além de um conhecido baterista de estúdio, "Fast" Eddie Hoh.

No primeiro dia gravaram as cinco primeiras músicas do álbum e, no dia seguinte, Bloomfield desapareceu repentinamente após sofrer um ataque de insônia crônica, provavelmente causado pelo uso de heroína. Rapidamente, Kooper convidou Stephen Stills para finalizar o álbum, ou seja, da faixa 6 à 9. Os metais foram acrescidos posteriormente, durante a mixagem do álbum, que custou a bagatela de US$13.000. Kooper perdoou Mike Bloomfiled pela mancada e ambos fizeram alguns shows com material desse álbum, dois deles registrados no discos ao vivo Live Adventures Of Mike Bloomfield And Al Kooper e Al Kooper and Mike Bloomfield: The Lost Concert Tapes, ambos de 1968. Imperdível! Blues, soul e rock and roll de altíssima qualidade.

 

The Kings Jam - Hendrix & B.B King (1968)

Jimi Hendrix e B.B. King (Acompanhados pela Paul Butterfield Band, Elvin Bishop e Al Kooper) compartilham palco e tocam um sonho de blues, rock&roll R&B e soul.

O disco gravado no dia 15 de abril de 1968 é um show que ocorreu no Generation Club, de Nova Iorque traz uma coletânea de músicas e jams muito bem tocadas pelo duo. Hendrix e B.B. King formam uma dupla muito conexa e bem acompanhada por um teclado cheio de soul e uma bateria de improvisos e solos bem colocados e com tempo impecável. O baixo é algo que impressiona pelos fraseados improvisados que solam sob a guitarra e mostram um universo musical diferente já na primeira música.

 

Live At Montreux - Otis Rush & Friends (1986)

Otis Rush & Friends Feat. Eric Clapton and Luther Allison Live at Montreux 1986 foi gravado a partir do show de 1986, da primeira das quatro apresentações já feitas pelo lendário bluesman Otis Rush no Montreux Jazz Festival. Sem dúvida, uma noite extraordinária, em que Otis recebeu os convidados mais que especiais Eric Clapton e Luther Allison para uma performance inesquecível de seus maiores sucessos e dos grandes clássicos do blues.

 

A. Korner's Blues Incorporated - R&B from the Marquee (1962)

O disco R&B from the Marquee deve o nome ao Marquee Club de Londres, onde muitas bandas de sucesso já se apresentaram, e onde o Blues Incorporated saltou aos olhos do produtor Jack Good, que os fez assinarem contrato com a Decca Records para a gravação.

O que resultou disso foi um LP de com 12 faixas, que ao ser relançado pela Decca em CD, recebeu como bônus o cover de I'm Built for Comfort, do grande Willie Dixon. Mas essa versão de R&B from the Marquee conta com mais seis faixas extras, de acordo com o que a Castle Music decidiu remasterizar em 2006.

 

King Of The Delta Blues Singers - Robert Johnson

Compilação de gravações de Robert Johnson, lançada pela Columbia, é um dos mais importantes álbuns de blues e está em 27° lugar na lista dos 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos da Rolling Stone.

Um dos releases com melhor qualidade de áudio do homem cujo mito diz ter vendido sua alma ao diabo numa encruzilhada, em troca do talento para tocar.

 

Fontes: http://camaradeeco.blogspot.com/2009/01/mike-bloomfield-al-kooper-and-stephen.html; http://saqueandoacidade.blogspot.com/2010/04/bb-king-jimi-hendrix-kings-jam-1968.html; http://saqueandoacidade.blogspot.com/2010/01/alexis-korners-blues-incorporated-r.html; Bemol Online; http://black-tracks.blogspot.com/2009/07/compilacao-de-gravacoes-de-robert_26.html